«A exposição ao risco soberano da República de Angola apareceu de repente».










Redação / LF