Carlos César diz que o ideal seria vender o Novo Banco. Mas, o presidente do PS e líder da bancada parlamentar diz que as ofertas pelo novo banco são "vexatórias". Diz ainda que o processo foi um fiasco.

Em entrevista ao jornal Expresso, Carlos César dá voz à insatisfação dos socialistas.

O líder socialista defende a nacionalização temporária do banco. Aquela que, até há uns tempos, parecia uma ideia absurda, parece ganhar força perante a possibilidade de não haver negócio.

O presidente socialista diz que o melhor é nacionalizar para reprivatizar mais tarde e em melhores condições.

Mas Carlos César garante ainda que o processo, liderado por Sérgio Monteiro, ex-governante do anterior Governo, foi um fiasco porque as propostas, tal como estão agora, são vexatórias.