Um trabalhador da Volkswagen Group Services, uma empresa do grupo Volkswagen que presta serviço nas instalações da fábrica de automóveis da Autoeuropa, em Palmela, “testou positivo à covid-19”, confirmou esta segunda-feira à agência Lusa fonte oficial da empresa.

Segundo a mesma fonte, o trabalhador em causa, o primeiro caso detetado de contágio pela pandemia Covid-19 na Autoeuropa, esteve na fábrica na terça-feira e na quarta-feira da semana passada, mas não apresentava sintomas e cumpriu todas as normas estabelecidas para a prevenção da propagação da doença.

Numa informação aos trabalhadores, a Autoeuropa esclareceu, entretanto, que, na sequência de um rastreio efetuado no dia 09 de maio numa unidade hospitalar no concelho de Sintra, a empresa foi informada, no domingo, de que um colaborador da Volkswagen Group Services que se encontra ao serviço na fábrica de Palmela testou positivo à pandemia Covid-19.

De acordo com a Autoeuropa, o colaborador em causa respeitou todas as indicações de segurança previstas no plano de contingência, pelo que considera tratar-se de um caso de “baixo risco para uma eventual transmissão”. 

A cadeia de contágio não ocorreu na fábrica e de acordo com as orientações técnicas da Direção Geral da Saúde, o paciente é considerado de baixo risco”, refere a informação.

A Autoeuropa adianta que todos os trabalhadores que estiveram em contacto com o colaborador que estou positivo à covid-19 foram contactados pelo departamento médico da empresa, tendo sido informados sobre os procedimentos a seguir, bem como para permanecerem em casa.

Serão efetuados testes de rastreio a todos estes colaboradores”, sublinha a empresa.

Portugal contabiliza 1.144 mortos associados à pandemia Covid-19 em 27.679 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde.

/ AG