O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, já está em São Bento para o encontro com o primeiro-ministro, José Sócrates. Na reunião, que começou seis minutos depois da hora marcada (9h30), serão discutidas medidas de redução do défice.

Pedro Passos Coelho entrou em São Bento apenas acompanhado por um assessor, não tendo prestado declarações aos muitos jornalistas que o aguardavam.

Após o encontro, do qual não serão prestadas declarações aos jornalistas.

Além das medidas já anunciadas, há mais propostas que estarão em cima da mesa no encontro desta manhã e que serão anunciadas, também hoje, no final do Conselho de Ministros, para onde se vai dirigir José Sócrates depois do encontro com o líder dos sociais-democratas, segundo disse fonte do Executivo à Lusa.

«Para o Governo, esteve sempre fora de questão tributar o subsídio de Natal», realçou a mesma fonte.

No Conselho de Ministros de hoje deverá ser ainda aprovada a medida que reduz em 5% os salários dos políticos, gestores públicos e membros das entidades reguladoras.

Veja aqui o que muda na sua vida

De acordo com a fonte do Executivo, o conjunto de medidas a aprovar em Conselho de Ministros deverá dar origem a uma receita suplementar na ordem dos 1,7 mil milhões de euros, valor considerado suficiente para que Portugal feche o ano de 2010 com um défice de 7,3%.

A Comissão Política Nacional do PS reúne-se também hoje, ao fim da tarde, para debater as medidas adicionais de combate ao défice, encontro que será alargado aos deputados do grupo parlamentar socialista.
Redação / RL