O preço dos combustíveis registam, a partir desta segunda-feira, uma das maiores quedas semanais dos últimos meses.

Na gasolina simples 95, a desvalorização prevista é de três cêntimos por litro, o que representa a maior quebra desde o início da pandemia.

Quanto ao gasóleo simples, prevê-se uma descida de um cêntimo e meio por litro, a maior perda semanal desde setembro do ano passado.

A quebra nos preços dos combustíveis acompanha a descida acentuada na cotação do barril de petróleo desde o início de agosto.

Redação