Levantar dinheiro num multibancou ou pagar uma fatura são gestos familiares à maioria dos portugueses. À maioria porque estima-se que um milhão de consumidores não têm qualquer conta bancária.

Ora é precisamente para incluir estas pessoas que seis bancos assinaram na terça-feira, com o Governo e o Banco de Portugal, um protocolo para promover os serviços mínimos bancários.

São serviços mais baratos que se destinam a pessoas mais vulneráveis como, por exemplo, os mais velhos.

Para ser titular tem de ser pessoa singular e possuir apenas uma conta à ordem. A manutenção anual da conta não pode custar mais que 1% salário mininimo, ou seja, cerca de 5 euros.

Os serviços minimos bancários garantem a constituição , manutenção e gestão de conta à ordem, a titularidade de um cartão de crédito e a movimentação de contas através de transferencias interbancárias nacionais.

BPI, BES, BCP, Santander Totta, Montepio Geral e Caixa Geral de Depósitos são os primeiros bancos a aderir a este serviço.
Redação / Graça Picão, TVI