a proposta de OE prevê uma alteração relevante para os casais que se encontrem divorciados ou separados judicialmente de pessoas e bens e que partilhem o exercício das responsabilidades parentais dos seus descendentes



Luísa Campos Ferreira, advogada (luisa.ferreira@jpab.pt)