Já são às dezenas as entidades a quererem aproveitar-se da fragilidade financeira dos portugueses em tempo de pandemia para por em prática esquemas fraudulentos

Os alertas do Banco de Portugal, sobre entidades que não estão habilitadas para emprestar dinheiro, têm-se sucedido e esta segunda-feira surgiu mais um nome: Pactualbtg.

Em comunicado, a instituição liderada por Mário Centeno adverte que “a suposta entidade” que “tem vindo a atuar através do site www.pactualbtg.com.br e do endereço de correio eletrónico digital@pactualbtg.com.br., não está na presente data, nem nunca esteve, habilitada a exercer, em Portugal, qualquer atividade financeira (…) nomeadamente, a concessão, intermediação e consultoria de crédito.”

E por isso chama a atenção para que “não seja confundida com qualquer outra denominação parecida.”

Apesar de as entidades autorizadas a exercer a atividade de concessão, intermediação e de consultoria de crédito constarem das listas que podem ser consultadas no Portal do Cliente Bancário, disponível no site do Banco de Portugal na internet, “têm chegado ao nosso conhecimento situações em que o nome de entidades autorizadas é indevidamente utilizado por terceiros em esquemas fraudulentos, pelo que, em caso de dúvida, o Banco de Portugal pode ser contactado através do e-mail info@bportugal.pt”, conclui

Alda Martins