As economias da zona euro e da União Europeia (UE) mantiveram, no terceiro trimestre, o ritmo de crescimento do período homólogo, respetivamente 1,2% e 1,4%, com Portugal a avançar acima da média (1,9%), divulga hoje o Eurostat.

Já na comparação com o segundo trimestre, de acordo com o gabinete estatístico europeu, entre julho e setembro, o Produto Interno Bruto (PIB) da zona euro manteve um crescimento de 0,2%, mas o da UE acelerou 0,1 pontos para os 0,3%.

Face ao terceiro trimestre de 2018, o PIB cresceu em todos os Estados-membros para os quais há dados disponíveis, com destaque para a Hungria (4,8%), seguida da Polónia e Estónia [4,1% cada), com os avanços mais fracos a serem observados em Itália (0,3%), na Alemanha (0,5%) e no Reino Unido (1,0%).

Na comparação com o trimestre anterior, a Polónia (1,3%), a Hungria (1,1%) e a Estónia (1,0%) registaram os maiores crescimentos no PIB e a Alemanha, Itália e Áustria os menores (0,1% cada).

A economia portuguesa avançou 1,9% na variação homóloga e 0,3% na comparação com o segundo trimestre do ano.