Em tempo de pandemia tudo parece ser um pretexto, também e infelizmente, para enganar e roubar terceiros.

Ontem foi um aviso da Autoridade Tributária hoje é do Banco de Portugal.

Em comunicado a instituição que regula as instituições financeiras em Portugal “adverte que a suposta entidade que atua através do endereço de correio eletrónico “claudia1.kappeler@gmail.com”, não se encontra habilitada a exercer” qualquer atividade relacionada com crédito em Portugal.

E recorda que qualquer atividade financeira é reservada “às instituições sujeitas à supervisão do Banco de Portugal, nomeadamente, a concessão de crédito, a intermediação de crédito e a prestação de serviços de consultoria relativamente a contratos de crédito. “

Por isso, se recebeu um  email deste endereço apague de imediato. Não entre nem responda.

Se tem dúvidas sobre a credibilidade de uma entidade com quem quer negociar crédito, saiba que as listas das entidades autorizadas a conceder crédito, a atuar como intermediários de crédito e a prestar serviços de consultoria relativamente a contratos de crédito podem ser consultadas no site do Banco de Portugal, em www.bportugal.pt, e no Portal do Cliente Bancário, em https://clientebancario.bportugal.pt. Por isso consulte.

Veja também:

 Atenção às burlas. A "praga" do roubo através de bitcoins mantem-se com o novo coronavírus

e

Fisco alerta para novo envio de emails fraudulentos

/ ALM