Em segundo lugar ficou a lista D, liderada por António Godinho com 21,5% (11.298 votos), e em terceiro ficou a lista C, encabeçada pelo economista Eugénio Rosa, com 16,3% dos votos (8.599).

Por fim, ficou a lista E, de Luís alberto Silva, com 3,5% do total de 52.634 votos contabilizados.



por suspeita de fraude.




Tomás Correia critica “constantes ataques” ao Montepio


"Tudo o que se passou desde agosto 2014 integrava já combate eleitoral. Não foi um combate leal ao Montepio, o Montepio, como instituição de 175 anos, deve merecer o respeito de todos".