A direção da Seat comunicou esta manhã aos sindicatos que vai prescindir de entre 350 a 400 empregados que trabalham na sua fábrica de Barcelona para ajustar a produção, tendo em conta a queda das vendas.

Fontes sindicais avançaram esta segunda-feira à imprensa espanhola que este corte de pessoal afeta, sobretudo, empregados contratados através de empresas de trabalho temporário.

De acordo com as mesmas fontes, tal deverá acontecer em meados de março, já que a companhia terá decidido reduzir também os turnos produção de atividade da linha que fabrica o Seat Ibiza.

Em 2012, a Seat - propriedade do fabricante alemão Volkswagen - baixou as vendas para 321 mil carros, menos 8,3% do que em 2011, como resultado da difícil situação do mercado na Europa.
Redação / CPS