O volume de negócios dos serviços aumentou, em Novembro, 3,1 por cento em termos homólogos, enquanto o emprego diminuiu 0,1 por cento e as remunerações cresceram 0,2 por cento, segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo INE.

«O volume de negócios nos serviços apresentou, em Novembro, uma variação homóloga nominal de 3,1 por cento, após ter registado uma diminuição de 2,6 por cento em Outubro», refere o Instituto Nacional de Estatística (INE).

A evolução do índice total «foi determinada pelo comportamento da secção de comércio por grosso; reparação de veículos automóveis e motociclos, que aumentou 5,5 por cento, depois de ter diminuído 2,8 por cento em Outubro».

As secções de transportes e armazenagem e de actividades administrativas e dos serviços de apoio registaram aumentos homólogos de 2,8 por cento e 6,4 por cento, respectivamente.

Já o índice da secção de alojamento, restauração e similares diminuiu 1,4 por cento em termos homólogos, «interrompendo a sequência de variações positivas que apresentou desde Março».

O INE refere que as restantes secções apresentaram variações negativas.

Em termos mensais, o volume de negócios nos serviços cresceu 0,8 por cento em Novembro, o que compara com uma queda de 4,8 por cento em Novembro de 2009.

No mês em análise, o emprego nos serviços diminuiu 0,1 por cento em termos homólogos, depois de ter aumentado 0,1 por cento no mês anterior.

Já as remunerações nos serviços aumentaram 0,2 por cento em Novembro, face ao mesmo período de 2009.
Redação / CPS