A Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP)) assinou hoje cinco contratos de investimento com cinco empresas, num montante de 400,5 milhões de euros, e que vão criar cerca de 315 postos de trabalho.

Font Salem, Hanon, Somincor, STE e TMG são as cinco empresas que assinaram contratos de investimento, os quais vão criar 315 postos de trabalho, sendo que mais de 50 correspondem a emprego altamente qualificado.

O presidente da AICEP, Luís Castro Henriques, afirmou hoje que 2018 foi um "marco" para a entidade, sendo "o ano com mais contratos" assinados em 10 anos, num total de 49, e um investimento superior a mil milhões de euros.

Já o primeiro-ministro, António Costa, disse que é "um bom dia" para Portugal a assinatura dos cinco contratos de investimento, considerando ser "essencial que este ciclo de investimento se prolongue".

António Costa falava no encerramento da cerimónia de assinatura e acrescentou ser "essencial que este ciclo de investimento se prolongue."

"Aquilo que é importante", no âmbito de um quadro de incerteza europeia e internacional, "é que Portugal continue a ser um espaço de certeza", um "porto de abrigo" para que as empresas continuem a ter "confiança para investir", prosseguiu o governante.

O primeiro-ministro disse ainda que via "com satisfação" o nível de investimento captado por Portugal, nomeadamente o facto da "diversificação das suas origens", desde coreano, canadiano, espanhol, sem esquecer que ao longo dos últimos anos tem crescido o investimento proveniente da Alemanha e França.