Os empréstimos às empresas aumentaram para 75.150,4 milhões de euros no final de abril, mais 341 milhões do que no mês anterior e o valor mais alto desde maio de 2017, segundo o BdP.

Em abril, o ‘stock’ de crédito às empresas prosseguiu a trajetória ascendente que regista desde fevereiro de 2020 e que apenas foi interrompida em outubro desse ano e no passado mês de janeiro.

Em termos homólogos, os empréstimos às empresas aumentaram 7.454,4 milhões de euros (67.696 milhões de euros em abril de 2020).

De acordo com os dados avançados hoje pelo Banco de Portugal (BdP), em abril, o rácio de crédito vencido nas empresas manteve-se nos 3,3% do mês anterior e abaixo dos 4,4% de abril de 2020.

Analisando pelo número total de devedores (e não pelos montantes do crédito), 15,8% das empresas tinham em abril os seus empréstimos vencidos, uma proporção ligeiramente inferior à do mês anterior (16%) e bastante mais baixa do que a do mês homólogo de 2020 (20,7%).

Devido à crise económica provocada pela pandemia de covid-19, estão em vigor empréstimos às empresas com garantias do Estado e uma moratória pública dos créditos bancários das famílias e empresas, recentemente prolongada até 30 de setembro de 2021.

. / LF