"As pessoas vão pagar sobretaxa mais baixa e felizmente é a primeira vez que o stado se compromete e foi se houver mais receita do que aquela que está prevista, o estado não pode apropriar-se desse excedente e aquilo que vier a mais será para o contribuinte. Eu acho isto bom. Para mim aquilo que é uma obsessão é eliminar a sobretaxa. O principio foi o crédito fiscal, fazê-la morrer de morte matada e justa ano após ano"








"Não me posso comprometer noutros impostos" 


Leia mais sobre a entrevista de Paulo Portas:


Portas pede maioria absoluta e apela à classe média e indecisos

“Nunca tive medo do mérito dos outros”

Segurança Social: "Não vou condicionar esse acordo"

Novo Banco: "Quem é que disse que havia pressa em vender?"

Refugiados: "Uma praga? Nem sequer comento"

"PS vetou debates, António Costa mostra sinais de arrogância"