A inflação na zona euro vai continuar a baixar nos próximos meses, podendo tornar-se negativa temporariamente em meados do ano, voltando depois a subir, admite o Banco Central Europeu no seu relatório mensal de Março publicado esta quinta-feira.

De acordo com o BCE, a inflação vai manter-se «bem abaixo» da meta dos 2 por cento, que se fixou este ano e no próximo no actual contexto de recessão.

«A perspectiva para a inflação é explicada pela queda nos preços das matérias-primas e dos preços e das pressões sobre os custos, em reflexo de uma quebra significativa da actividade económica», observa o BCE no seu relatório.

Embora as taxas de inflação possam «flutuar de forma significativa em 2009», tais movimentos não são relevantes para a política monetária, afirmam os economistas do BCE.