Os trabalhadores da Soflusa, empresa que assegura a ligação fluvial entre Lisboa e Barreiro, decidiram esta quarta-feira convocar uma nova greve parcial nos dias 14 e 15 de julho, para exigir respostas às reivindicações salariais, anunciou a FECTRANS.

Os trabalhadores decidiram, numa linha de pressionar a que hajam propostas para negociar, desenvolver nova greve parcial nos dias 14 e 15 de julho, de três horas por turno de serviço”, disse José Manuel Oliveira, coordenador da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS).

Em declarações à agência Lusa, o dirigente sindical referiu que a convocação de uma nova greve foi decidida no âmbito do plenário de trabalhadores da Soflusa, realizado hoje, entre as 10:00 e as 12:00, que registou “boa participação” e em que foi feito o balanço do processo negocial, inclusive das reivindicações salariais.

Não temos qualquer resposta da administração e do Governo”, indicou o coordenador da FECTRANS.

Uma vez que a administração da Soflusa informou a semana passada que os sindicatos tinham abandonado as negociações, as organizações sindicais comunicaram que dia 30 de junho, às 10:00, estarão disponíveis “para recomeçar as negociações”, adiantou José Manuel Oliveira, esperando que os responsáveis pela gestão da empresa se apresentem na mesa de discussão “com propostas concretas e não com o argumento que não têm orientações da tutela”.

Questionado sobre o plenário de trabalhadores da Transtejo, agendado para quinta-feira, das 14:30 às 17:30, o dirigente da FECTRANS referiu que a proposta de nova greve parcial nos dias 14 e 15 de julho vai ser avaliada, “tendo em conta que as últimas greves se desenvolveram num quadro de concertação”.

É evidente que esta proposta será objeto de discussão, mas são os trabalhadores da Transtejo que decidirão o que fazer na empresa onde trabalham”, reforçou o coordenador da FECTRANS.

Devido ao plenário de trabalhadores da Soflusa, as ligações fluviais entre Lisboa e Barreiro estiveram hoje interrompidas, a partir das 08:50 e até às 13:00, indicou a empresa, num aviso aos utentes deste transporte público.

À semelhança do que aconteceu hoje na Soflusa, na quinta-feira prevê-se a interrupção do serviço regular da Transtejo, das 13:00 às 18:30, “por motivo de realização de plenário geral convocado por organizações sindicais, representativas dos trabalhadores”, informou a empresa, avisando sobre os horários de interrupção temporária nas ligações fluviais de Cacilhas, Montijo, Seixal e Trafaria.

Na ligação Cacilhas (Almada, distrito de Setúbal) - Cais do Sodré (Lisboa), a interrupção deve acontecer a partir das 14:20 até às 17:35, enquanto no sentido contrário, Cais do Sodré – Cacilhas, a paralisação prevista é das 14:20 às 17:50.

De acordo com o aviso da Transtejo, na ligação Montijo (distrito de Setúbal) - Cais do Sodré, a interrupção temporária do serviço prevê-se das 13:30 às 18:00, mas no sentido contrário, Cais do Sodré – Montijo, será das 14:00 às 18:00.

Na ligação Seixal (distrito de Setúbal) - Cais do Sodré, a paralisação deve acontecer das 14:00 (hora de saída do último barco) às 17:00 (hora do primeiro barco após a interrupção), enquanto na ligação Cais do Sodré - Seixal será das 13:00 às 17:55, informou a empresa.

Quanto à carreira Trafaria - Porto Brandão (ambas as estações em Almada, distrito de Setúbal) - Belém (Lisboa), o serviço deve ficar suspenso das 13:00 às 18:00, enquanto no sentido oposto será das 13:30 às 18:30, de acordo com o aviso da Transtejo.

Na semana passada, nos dias 16 e 17 de junho, os trabalhadores da Transtejo/Soflusa (TTSL) - as duas empresas de serviço público de transporte fluvial, mas com uma administração comum - estiveram em greve parcial, de três e duas horas por turno, por a empresa manter a sua posição de "aumento de 0%" nas negociações salariais, depois de uma primeira luta em 20 de maio.

A Transtejo assegura as ligações fluviais entre o Seixal, Montijo, Cacilhas e Trafaria/Porto Brandão, no distrito de Setúbal, e Lisboa, enquanto a Soflusa é responsável por ligar o Barreiro à capital.

Agência Lusa / CE