O Tribunal Constitucional mandou o Governo pagar aos pensionistas os retroativos das pensões da Caixa Geral de Aposentações mal calculadas.

De acordo com o Jornal de Negócios, que cita as Finanças, as pensões vão ser corrigidas em agosto e os reformados vão receber o dinheiro em atraso desde 2013.

Além disso, os pensionistas, que vão agora receber milhões de euros em falta, não vão pagar mais IRS, uma dúvida que existia inicialmente por aumentarem de escalão.

As Finanças dão a garantia de que os pensionistas não vão ser penalizados.

A correção surge no seguimento da decisão do tribunal constitucional, que declarou inconstitucional a forma como foram calculadas as pensões da caixa geral de aposentações desde 2013.