"Este é um Orçamento responsável, porque favorece o crescimento económico e a criação de emprego, melhora a proteção social e assegura o rigor das contas públicas, reduzindo o valor do défice e da dívida pública", sustentou António Costa numa declaração à agência Lusa.




2,6 por cento do Produto Interno Bruto