O sindicato da Fectrans e a ANTRAM chegaram a um acordo, depois de um encontro de mais de cinco horas, que classificaram "histórico", mas ressalvaram que necessitará do aval do Governo.

O representante da ANTRAM não detalhou o que foi acordado durante a tarde, mas chegou a entregar o documento ao Ministério das Infraestruturas, onde vai ver com o Governo "alguns detalhes e aspetos" do acordo.

O documento que se acaba de produzir conjuntamente com a Fectrans, num trabalho árduo de muitas horas, pode vir a ser histórico para o setor", sublinhou André Matias de Almeida, sem dar mais informação.

O coordenador da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans), José Manuel Oliveira, afirmou que no documento saído da reunião desta tarde com a Antram foram construídas "pontes de entendimento", mas disse que "a satisfação será sempre limitada" nestas negociações, sem detalhar.

Foi um trabalho de negociação, evoluímos num conjunto de matérias e, em função desse documento, vamos agora fazer uma discussão com o Governo", acrescentou o dirigente da Fectrans, remetendo igualmente mais informação para depois do encontro de hoje no Ministério de Pedro Nuno Santos, em Lisboa.