O Índice de Preços da Habitação (IPHab) aumentou 10,1% no segundo trimestre de 2019 face a idêntico período do ano anterior, 0,9 pontos percentuais (p.p.) acima do observado no primeiro trimestre, disse o Instituto Nacional de Estatística (INE).

"As duas categorias de habitações registaram taxas de variação semelhantes, 10,1% no caso das existentes e 10,3% nas novas", diz o INE.


Em relação ao trimestre anterior, o IPHab cresceu 3,2% (3,6% no 1º trimestre de 2019).

"O aumento dos preços foi mais intenso no caso das habitações novas (variação de 4,1%), mais 1,1 p.p. que o observado nas habitações existentes", acrescenta.

Entre abril e junho de 2019 foram transacionadas 42.590 habitações, traduzindo uma redução de 6,6% comparativamente com o trimestre de 2018. O valor das transações observadas neste período foi aproximadamente 6,1 mil milhões de euros, o que constitui uma redução homóloga de 1,9%.