A Comissão Europeia acaba de multar três grandes  bancos em 485 milhões de euros por cartelização nas taxas de juros interbancárias para produtos derivados. São eles o HSBC, o JPMorgan Chase e o Crédit Agricole.

A comissária Margrethe Vestager disse, citada pela AP, que os bancos trocaram informações sensíveis e conspiraram para ter lucro no mercado sobre os produtos financeiros especializados, violando as regras da concorrência da União Europeia.

O JPMorgan Chase foi alvo de uma multa de 337 milhões de euros, o Credit Agricole, francês, 114 milhões e o HSBC, com sede em Londres, 33 milhões de euros.

Outros quatro bancos na investigação - Barclays, Deustche Bank, RBS e Société Générale – também foram visados na investigação mas chegaram a um acordo com Bruxelas em dezembro de 2013. Pagaram, nessa altura, multas de 1,04 mil milhões de euros

O caso abrange a manipulação de contratos financeiros ligados à Euribor no período de 2005-2008.

Os derivados de juros são produtos financeiros, tais como acordos de taxas futuras, swaps sobre taxas de juros ou opções de taxas de juros, que as empresas utilizam para gerir o risco de flutuação de taxas de juros ou para fins especulativos.