O novo adicional de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) de 0,3%, que irá aplicar-se à globalidade de imóveis acima de 600 mil euros, irá abranger cerca de 29 mil famílias, que têm património imobiliário cujo valor patrimonial tributário (VPT) soma mais de 600 mil euros, o limite acima do qual começam a ser taxados. Um número que fica aquém dos 43 mil contribuintes inicialmente avançados.

“Há 28.966 contribuintes com património superior a 600 mil euros”, revelou ao Jornal Económico fonte oficial do Ministério das Finanças.

De acordo com os dados da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), existem 26.212 pessoas com imóveis cujo valor patrimonial oscila entre os 500 mil e os 750 mil euros e 8.658 contribuintes entre os 750 mil e um milhão de euros. Já o universo de contribuintes que detém um património imobiliário de valor superior a um milhão de euros são 8.618.

 
Redação / ALM