A medida já estava prevista no programa Simplex. A novidade é a data e os moldes em que será aplicada. Será já a partir de janeiro do próximo ano que vai ser possível obter a carta de condução através da Internet.

Não estamos a falar da formação, que continua a cargo das escolas de condução, mas do documento em si, que vai poder ser emitido ou revalidado à distância. 

Os condutores podem pedir a emissão e revalidação do título online e esta alternativa poderá ajudar a resolver o problema das longas filas em Lisboa e no Porto à porta do Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT).

Para desencadear o pedido é preciso fazer chegar o atestado médico pela mesma via. Se forem os próprios médicos do Serviço Nacional de Saúde a enviar os atestados em formato digital ao IMT, estará tudo operacional para que o processo comece a funcionar a 2 de janeiro, segundo o Jornal de Notícias

Já se for através de um médico privado, os cidadãos terão de esperar por abril para poderem recorrer à emissão ou revalidação da carta através da internet.

E não será para todos os condutores: o sistema vai arrancar só para motociclos e automóveis ligeiros.

Outra novidade é que a carta de condução passa a não fazer referência à morada do titular.

Veja também:

Carta de condução, cartão de cidadão e multas: tudo no telemóvel em breve?

Saiba tudo sobre a carta de condução por pontos

Redação / VC