A taxa de desemprego desceu para 5,5% em maio, menos 0,8 pontos que em abril e menos 1,1 pontos que no mesmo mês de 2019, segundo dados provisórios hoje anunciados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Num comunicado, o INE refere também que segundo resultados provisórios, a população empregada em maio baixou 2,2% face a abril e 4% face ao mesmo mês de 2019.

Em relação à taxa de subutilização de trabalho, o INE refere que esta se situou em 14,2% em maio, mais 0,8 pontos que em abril e mais 1,2 pontos que no mesmo mês de 2019.

No mesmo comunicado, mas com base em dados finais, o INE afirma que a taxa de desemprego subiu para 6,3% em abril, mais 0,1 pontos percentuais que em março e menos 0,3 pontos que no mesmo mês de 2019.

Com base nestes dados finais, a população empregada em abril diminuiu 1,3% em relação a março e 1,8% em relação ao mesmo mês de 2019.

Em relação à taxa de subutilização de trabalho, o INE indica que esta se situou em 13,4% em abril, mais um ponto que em março e mais 0,4 pontos que no mesmo mês de 2019.

No comunicado, o INE sublinha que esta informação "é influenciada pela situação atual determinada pela pandemia da covid-19, seja pela natural perturbação associada ao impacto da pandemia na obtenção de informação primária, seja pelas alterações comportamentais decorrentes das medidas de salvaguarda da saúde pública adotadas", alertando assim para "o especial cuidado a ter na análise das estimativas provisórias apresentadas".

O Governo prevê uma taxa de desemprego este ano de 9,6% e de 8,7% em 2021, segundo o cenário macroeconómico que integra o Programa de Estabilização Económica e Financeira.

Em 2019, a taxa de desemprego foi de 6,5%, segundo dados do INE.

/ BC