A margem de lucro das empresas da zona euro aumentou para os 39,8% no segundo trimestre, chegando a níveis de antes do confinamento, divulgou esta sexta-feira o Eurostat.

De acordo com o gabinete estatístico europeu, a margem de lucro das empresas aumentou dos 38,0% no primeiro trimestre para os 39,8% no segundo, atingindo níveis de antes do confinamento devido à pandemia de covid-19, subida que o Eurostat explica principalmente com a forte baixa (-16,3%) das remunerações salariais e também dos impostos sobre a produção (-13,8%).

No segundo trimestre de 2019, a margem de lucro das empresas na zona euro foi também de 39,8%.

Por seu lado, a taxa de investimento das empresas recuou para os 23,2% no segundo trimestre, na zona euro, face aos 25,3% do período anterior e aos 25,8% do homólogo.

/ LF