O Estado português já indemnizou os bancos envolvidos no financiamento do projeto falhado do troço Poceirão-Caia do TGV.

Segundo um relatório da empresa Parpública a que a TVI teve acesso, foram pagos mais de 200 milhões de euros às instituições bancárias em junho de 2018.

O negócio do comboio de alta velocidade tem sido um dos temas mais debatidos na fase de instrução da Operação Marquês, que tem no antigo primeiro-ministro, José Sócrates, a principal figura.

Devido a suspeitas do Ministério Público foi retirada uma certidão para investigar o secretário de Estado dos Transportes que liderou o processo. Sérgio Monteiro foi chamado pelo juiz Ivo Rosa para testemunhar acerca dos contornos relacionados com o processo.

Inês Pereira