Quase todos os lesados do papel comercial do BES aceitaram a proposta que lhes permite recuperar uma parte do dinheiro investido.

O prazo para os lesados decidirem se aceitam, ou não, a solução proposta pelo grupo de trabalho termina esta sexta-feira mas, no final da semana passada já tinham respondido cerca de 1.600 clientes, ou seja, 80% do total. e destes, apenas seis manifestaram a intenção de recusar a oferta.

Segundo o jornal Público, os seis clientes que recusaram representam um investimento de 3,2 milhões de euros.

A solução em causa, que contou com o envolvimento do Governo, visa pagar 75% do dinheiro aplicado até ao limite de 250.000 euros para quem investiu até meio milhão de euros, e 50% para quem investiu valores mais altos.

O pagamento da primeira tranche, que era de 30%, estava previsto para o final de junho ou início de julho, mas deverá ser adiado. Os outros pagamentos estão calendarizados para 2018 e 2019.