O Grupo Media Capital apresentou lucros de 12,1 milhões de euros nos primeiros nove meses de 2018. Segundo o comunicado enviado nesta segunda-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), trata-se de um aumento de 25%, relativamente ao período homólogo do ano passado.

O EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações, Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization no original) melhorou 8% até setembro, para 24,5 milhões de euros.

No geral, os resultados financeiros melhoraram 32%, em resultado do menor volume médio de dívida líquida, da redução do respetivo custo e de variações cambiais.

Os rendimentos de publicidade também subiram 2%.

Por segmentos, a Televisão registou um EBITDA de 18,8 milhões. A TVI registou em setembro o 146.º mês consecutivo de liderança de audiências em televisão, registando uma média de quota de 20,2% no total do dia e de 23,9% no horário nobre.

O segmento de Rádio voltou a melhorar o EBITDA, desta feita em 25%, tendo ascendido a 4,6 milhões, com uma margem de 32,9%, beneficiando do reforço das audiências, com uma quota líder de 37,6%, suportado pela Rádio Comercial (24,9%), e pelo desempenho da M80, que reforça a posição de terceira estação mais ouvida em Portugal (share de 9,2%).

Na área digital, de assinalar também a melhoria dos resultados a nível de audiências e receitas. Na comparação com o período homólogo, o número de visitas, páginas vistas e vídeos visionados subiu 14%, 15% e 39%, respetivamente, contribuindo decisivamente para os 16% de crescimento da publicidade.