A Empresa Portuguesa de Águas Livres  - EPAL, que abastece diretamente a cidade de Lisboa, lucrou 49,7 milhões de euros no ano passado, de acordo com um comunicado divulgado hoje pela empresa. ORelatório e Contas de 2016 foi aprovado em Assembleia Geral na quarta-feira.

A empresa diz que foi determinante para este resultado líquido o facto de ter “vindo a reduzir os gastos operacionais de forma sólida e estruturada ao longo dos últimos anos” e de ter “conseguido reduzir o endividamento em 18,3 milhões de euros”.

"O investimento realizado, em 2016, foi de 13 milhões de euros, financiado integralmente pelo ‘cash-flow’ gerado pela atividade, uma vez que a EPAL não recorreu em 2016 a nenhum novo financiamento nem recebeu fundos comunitários”, acrescentou, destacando a reabilitação da Estação de Tratamento de Água de Vale da Pedra, no Cartaxo, e a reabilitação das redes adutora e de distribuição.

No ano passado, destaca, assumiu a gestão do sistema de abastecimento da ex-Águas do Oeste, além de ter sido o primeiro ano completo em que assumiu a gestão delegada da Águas de Lisboa e Vale do Tejo, futura Águas do Vale do Tejo, por cisão e constituição das duas novas empresas Águas do Tejo Atlântico e Simarsul.

Em 2015 a empresa anunciou um resultado líquido positivo de 47,1 milhões, cerca de sete milhões abaixo do montante conseguido em 2014.

Veja também: