O governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, avisou esta sexta-feira sobre o risco do sobreendividamento poder levar, a médio prazo, à redução do investimento, enfraquecendo a competitividade e o crescimento económico.

Para fazer face a esta dificuldade, são necessárias medidas de fortalecimento do capital das empresas, para reduzir a alavancagem e aumentar sua capacidade de serviço da dívida”, disse Mário Centeno na abertura da conferência Money Conference, organizada pelo Dinheiro Vivo e pela TSF.

 

Uma utilização eficiente dos fundos públicos exige o estabelecimento de procedimentos que permitam uma identificação efetiva das empresas viáveis, que devem ser as recetoras privilegiadas destes apoios”, disse.

/ LF