A maioria dos utilizadores portugueses que utilizaram os serviços das lojas 'online' do Aliexpress nos últimos 30 dias afirmaram que “tiveram falhas na entrega das suas compras”, segundo o Barómetro E-commerce da Marktest, divulgado esta sexta-feira.

As falhas nos prazos de entregas e receção de produtos falsificados estão entre os problemas mais identificados nas lojas 'online' da Aliexpress, da Wish e do eBay, revela a Marktest em comunicado, salientando que a retalhista 'online'', com sede na China, surge de “forma destacada” no topo da lista de sites de e-commerce com os quais os compradores portugueses “têm problemas nas compras” em lojas digitais.

Nesse sentido, mais de 52% dos utilizadores portugueses que recorreram aos serviços 'online' da Aliexpress nos últimos 30 dias disseram “ter problemas” nas compras em lojas digitais.

Pelo contrário, a Bertrand, a Lefties e a Mango lideram as lojas com a melhor avaliação em relação às falhas nas entregas das compras efetuadas pelos utilizadores portugueses.

Além disso, os dados do Barómetro E-commerce da Marktest permitiram saber que há outros sites que se aproximam do volume de queixas registado pela Aliexpress e que são a Wish, com 44,8% de consumidores a mencionarem problemas, e o eBay, com 36,4% de utilizadores portugueses a alegarem algum tipo de queixa face ao serviço prestado.

Quanto à discriminação dos problemas, 13,8% dos indivíduos que fizeram compras nos últimos 30 dias na Aliexpress disseram “não ter recebido” a encomenda e 39,5% receberam-na com atraso.

Outro dos problemas referidos pelos inquiridos tem a ver com a receção de “produtos falsificados”, prática na qual os sites do eBay, da Aliexpress e da Wish também se destacam, lê-se no comunicado.

Entre as lojas virtuais com melhor avaliação, 93,6% dos compradores (nos últimos 30 dias) na loja 'online' da Bertrand não reportou qualquer problema nas suas transações.

No caso da Lefties, esse valor situou-se nos 93,2% e na Mango nos 92,2%, segundo os dados divulgados pelo barómetro da Marktest.

Quando os dados do barómetro se referem em particular aos prazos de entrega, a Mango destaca-se com 96,7% dos compradores nesta loja a afirmarem “estar satisfeitos ou muito satisfeitos” com o cumprimento dos prazos para receberem as suas compras.

No caso de se olhar apenas para os consumidores que se manifestam “muito satisfeitos” com os prazos de entrega, há dois outros operadores que se destacam no reconhecimento dos inquiridos e que são a Fnac e a Wook, imediatamente seguidas pela loja da Mango.

Em relação aos preços nas lojas 'online', nos últimos 30 dias, os sites da Mango, do El Corte Inglés e da MO Online sobressaem como sendo os que têm maior percentagem de compradores “satisfeitos ou muito satisfeitos”.

Neste critério, a análise exclusiva aos clientes “muito satisfeitos” com os preços verificados nos 30 dias anteriores, o Kuanto Kusta é o que apresenta o índice mais elevado, seguido pelos sites da Wook e da Lefties.

O barómetro e-commerce é um estudo regular do comércio eletrónico que identifica e caracteriza os comportamentos dos portugueses relativamente a este canal de comércio de produtos e serviços a particulares, que foi lançado em 2021, sendo realizado com uma amostra de 6.000 entrevistas, ao universo de residentes, em Portugal com mais de 15 anos.

Agência Lusa / AG