A bolsa de Lisboa começou finalmente a recuperar, depois de várias sessões de fortes quedas. O PSI20 lidera os ganhos na Europa e avança 0,99% para 7.358,03 pontos.

Os investidores continuam de olhos postos na dívida portuguesa, cujos juros, para as obrigações a 10 anos, continuam acima dos 7%, rondando os 7,13%. Esta manhã, o Governo anunciará o valor do défice público provisional de 2010, devendo anunciar um valor ligeiramente abaixo dos 7,3% inicialmente estipulados como meta.

Já amanhã, Portugal testa os mercados com uma emissão de dívida pública de longo prazo, entre 750 e 1.250 milhões de euros.

Para já, os bancos, que foram os mais penalizados nas últimas sessões, estão a recuperar. O BCP avança 1,91% para 53 cêntimos por acção, o BPI trepa 1,35% para 1,27 euros, e o BES sobe 0,64% para 2,51 euros.

Mas o dia é de retoma também nos outros sectores, numa manhã em que nenhum título segue no vermelho.

Nas comunicações, a PT recupera 1,9% para 8,35 euros, com a Sonaecom a subir 2,25% para 1,28 euros e a Zon em alta de 0,86% para 3,05 euros.

Na energia, a Galp sobe 0,78% para 14,25 euros e a EDP avança 0,12% para 2,48 euros.

Lá por fora, as restantes praças europeias também recuperam, mas como a queda tinha sido menor, a recuperação também é menos ambiciosa. À excepção de Londres, onde o FTSE ganha 0,87%, todos os mercados registam subidas abaixo de 0,5%.
Redação / PGM