A SAD do FC Porto decidiu aumentar o montante do empréstimo obrigacionista em curso de 25 para 30 milhões de euros, informou a sociedade que gere o futebol dos dragões, citada pela Lusa.

Segundo nota na página oficial dos portistas na Internet, «a decisão, que poderia ser tomada até 11 de dezembro, justifica-se com a elevada procura, sendo que até 29 de novembro, quarto dia do período de subscrição, foi recolhido um somatório de 16.157.548 obrigações», correspondente a um montante total de 80.787.740 euros.

Na terça-feira, Angelino Ferreira, administrador da SAD portista, já havia anunciado o sucesso da operação, que motivou os dragões para o aumento do valor do seu quinto empréstimo obrigacionista, que pagará juros de 8,25 na amortização do mesmo, em maio de 2015.

A subscrição das obrigações pode ser feita até às 15:00 de dia 18 de dezembro, podendo as respetivas ordens de subscrição ser revogadas ou alteradas pelos subscritores até às 15:00 do dia 13.

O apuramento dos resultados da oferta, a efetuar pela Euronext Lisboa, está marcado para 19 de dezembro.

Após a conclusão desta operação e a amortização, em dezembro, de um terceiro empréstimo obrigacionista, a sociedade portista fica com dois empréstimos vivos: o FC Porto SAD 2011-14, no valor de 10 milhões de euros (com juros a 8%) e o 2012-2015, de 30 milhões de euros (juros a 8,25%).
Redação