A Grécia colocou esta terça-feira 1.300 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro a três meses, à taxa de juro de 4,05%, igual à da anterior emissão com características semelhantes.

Embora a crise cipriota se tenha notado ao nível da procura dos investidores, no leilão desta terça-feira a procura superou em 1,66 vezes a oferta, avançou a Agência de Gestão da Dívida da Grécia.

No leilão comparável de 12 de fevereiro, a procura foi superior à oferta em 1,76 vezes.

A 15 de janeiro, o Tesouro grego colocou 1.650 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro a três meses, à taxa de juro de 4,07%, tendo então a procura superado em 1,75 vezes a oferta.
Redação