A taxa de juro das obrigações gregas a um ano atingiu um novo recorde: 1.000%. A escalada dos juros está a ser motivada pela apreensão em relação ao plano de troca de obrigações gregas, que necessita da adesão de mais de 66% dos credores privados para avançar.

A operação tem de ficar decidida até ao final da semana, uma vez que o «OK» final da Zona Euro ao segundo pacote de resgate à Grécia, que depende do perdão da dívida grega, está agendado para dia 9. Sem o segundo resgate, a Grécia pode entrar em incumprimento já no dia 20 deste mês, quando vencem 14,5 mil milhões de euros de dívida pública.

A penalizar o sentimento dos investidores estão ainda as notícias que falam já da possibilidade de a Grécia precisar de um terceiro resgate, de 50 mil milhões de euros.