Os principais índices norte-americanos seguem esta quinta-feira em baixa preocupados com a situação europeia e em específico com o sector bancário, apesar das melhorias registadas no emprego nos Estados Unidos.

O índice industrial Dow Jones caía 0,92 por cento para 12.306,79 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq perdia 0,44 por cento para 2.636,94 pontos, de acordo com a agência de informação financeira Bloomberg.

Também o índice alargado S&P500 seguia a desvalorizar 0,77 por cento para 1.267,51 pontos.

De acordo com a informação divulgada pela empresa ADP, o sector privado dos Estados Unidos criou 325 mil postos de trabalho em Dezembro.

Também em sentido positivo, foi hoje conhecido que as inscrições de trabalhadores desempregados baixaram nos Estados Unidos mais do que previsto na semana passada, com a média deste indicador ao longo de quatro semanas a ser a mais baixa desde Junho de 2008, segundo a agência de notícias France Press.

Estas estatísticas podem ser um bom auguro para os números do desemprego oficial dos Estados Unidos, que será conhecido esta sexta-feira.

No entanto, apesar destes indicadores positivos, os mercados norte-americanos estão com um desempenho negativo em reacção ao comportamento das bolsas europeias, que seguem a perder, e às renovadas preocupações com a crise da dívida na Europa.

Em França, no primeiro leilão de dívida do novo ano, os custos para o país se financiar subiram.
Redação / LF