O presidente executivo do BCP disse esta quarta-feira que não está a ser considerado qualquer aumento de capital do banco e que não estão a ser analisadas eventuais aquisições de outros bancos.

Não estamos a analisar nenhuma aquisição de bancos, isso que fique claro", disse Miguel Maya, quando questionado sobre eventuais aquisições e o Novo Banco ter dito que pondera comprar bancos mais pequenos.

Sobre aumentos de capital, Maya também afastou: "Não estamos a considerar aumento de capital, ponto", afirmou.

O BCP divulgou esta quarta-feira que teve lucros de 59,5 milhões de euros entre janeiro e setembro, menos 59,3% do que nos primeiros nove meses de 2020.

Segundo o BCP, o resultado líquido de 59,5 milhões de euros inclui 313,5 milhões de euros de provisões para riscos legais dos créditos em francos suíços da operação na Polónia.

Os resultados incluem ainda 87,6 milhões de euros de custos com redução de trabalhadores em Portugal.

/ NM