Os accionistas da British Airways (BA) aprovaram esta segunda-feira, em Londres, a fusão da companhia aérea britânica com a espanhola Iberia, da qual deverá nascer um dos três maiores grupos aéreos europeus, anunciou a BA.

A fusão, que foi aprovada com 99 por cento dos votos, dará origem à International Consolidated Airlines Group (IAG), avançou a companhia aérea.

O presidente da BA, Martin Broughton, afirmou que a fusão com a Iberia tem uma «lógica estratégica e financeira», que beneficiará os trabalhadores, os passageiros e os accionistas da empresa.
Redação / LF