As 18 lojas da Alicoop no Algarve podem encerrar sexta-feira se a Comissão de Credores daquela cooperativa não apoiar o financiamento «imediato do grupo», advertiu hoje o Sindicato Trabalhadores do Comércio Escritórios e Serviços de Portugal.

«Ou a Comissão de Credores muda de agulha e o processo avança ou então torna-se responsável pelo fecho da cooperativa Alicoop já no próximo dia 08 de Janeiro», vaticinou Manuel Guerreiro, representante do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio Escritórios e Serviços de Portugal (CESP).

Na conferência de imprensa que o CESP realizou em Faro, o sindicalista afirmou que se o presidente da Comissão de Credores do Millenium BCP e um dos administradores judiciais, Jorge Calvet, nomeado por proposta daquele banco, não apoiarem o financiamento à Alicoop serão os responsáveis pelo fecho imediato do grupo Alicoop.

«Estes senhores se hoje inviabilizarem a concretização imediata dos financiamentos negociados no plano de viabilização da Aliccop (...), tornam-se responsáveis pelo fecho imediato da Alicoop», lê-se no documento entregue à comunicação social durante a conferência de imprensa.

Segundo Manuel Guerreiro, a Comissão de Trabalhadores, reunida esta quarta-feira à noite, decidiu que se não for desbloqueado o dinheiro vão pedir «o afastamento do administrador judicial Jorge Calvet».
Redação / LF