Os cinco maiores bancos nacionais tiveram lucros de 335 milhões de euros no primeiro trimestre do ano, o que representa uma queda de 33% face ao mesmo período do ano passado.

Para fazer face à conjuntura em que vivemos, os bancos tiveram que cortar na concessão de crédito e aumentaram a captação de depósitos. A sentir os efeitos da crise, a banca portuguesa é também obrigada a encerrar mais balcões de atendimento ao cliente.

Este foi, em definitivo, um início de ano especialmente difícil para a banca. O ano está a ser marcado pela crise da dívida pública, pela descida do rating que colocou o risco dos bancos portugueses à beira do lixo financeiro.
Redação / TVI