A Brisa disse esta segunda-feira que comprou 280.516 acções próprias, passando a deter 3,96 por cento do seu capital social, segundo um comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A concessionária de auto-estradas afirma que, «face às condições de mercado e com o intuito de reforçar a sua carteira de acções próprias, adquiriu no dia 7 de Janeiro 280.516 acções próprias ao preço unitário médio de 5,082 euros, que corresponde a cerca de 0,047% do capital social da sociedade».

Na sequência desta operação, lê-se no comunicado, «a Brisa passou a deter 23.763.679 acções próprias, o que corresponde a 3,96% do seu capital social».

A Lusa diz que o representante para as relações com o mercado da Brisa, Luís d'Eça Pinheiro, afirmou a 22 de Novembro que a concessionária vai comprar até seis por cento de acções próprias.

O responsável disse, na altura, que a operação deverá totalizar um investimento de «cerca de 200 milhões de euros», acrescentando não estar definida uma data para a operação estar concretizada.
Redação / CPS