O grupo japonês Toyota vendeu 7,95 milhões de veículos em todo o mundo em 2011, anunciou a empresa, o que confirma a perda do título de maior fabricante mundial para a rival norte-americana General Motors.

Face a 2010, as vendas por parte da Toyota sofreram uma queda de seis por cento no ano passado, causada em grande medida pelas consequências do sismo de 11 de Março.

Líder mundial na produção automóvel de 2008 a 2010, a Toyota foi ultrapassada em 2011 não só pela General Motors (9,03 milhões de unidades vendidas), como também pela alemã Volkswagen (8,16 milhões de unidades) e pela aliança franco-japonesa Renault-Nissan (8,03 milhões).

A empresa nipónica foi severamente afectada na sua produção e vendas ao longo do ano transacto pelo sismo e tsunami que afectou o nordeste do Japão em Março e, mais recentemente, pelas inundações na Tailândia onde detém várias unidades produtivas.