O anúncio da decisão relativamente ao processo movido por Jardim Gonçalves contra Joe Berardo, na sequência de acusações feitas contra si e contra a sua gestão no BCP, foi adiado para segunda-feira, disse à Lusa fonte do tribunal.

A decisão, que será assim conhecida na segunda-feira, dia 16 de abril, ainda é passível de recurso.

Contactados na quinta-feira ao final do dia pela agência Lusa, Jardim Gonçalves (através da sua assessoria de imprensa) e Joe Berardo preferiram não prestar quaisquer declarações sobre o processo que está a ser julgado no 1º. Juízo de Competência Cível do Tribunal de Oeiras.

Depois de ouvidas as testemunhas arroladas pelos advogados de ambas as partes, é altura de se conhecer a decisão da juíza sobre este processo, no qual o antigo presidente do BCP, Jardim Gonçalves, acusa o acionista de referência do mesmo banco de o ter difamado por diversas ocasiões junto da comunicação social, após ter «rebentado» o designado caso BCP.
Redação