A Grécia aceitou a aquisição do Millennium Bank, unidade grega do BCP, pelo Piraeus Bank, avança o site grego Skai.

O fundo helénico de estabilidade financeira (HFSH, na sigla do inglês) terá dado o seu aval à operação, que o banco português tinha já admitido estar a negociar. De acordo com o site grego, que está a ser citado pela agência Bloomberg, o BCP vai contribuir com cerca de 400 milhões de euros para a recapitalização do Millennium Bank.

A operação é uma boa notícia para o grupo bancário nacional, que sentirá um alívio nas suas contas (esta unidade tem implicado a realização de imparidades elevadas), mas também para os mercados, já que a saída do BCP da Grécia faz parte de uma estratégia europeia de tentar «isolar» as crises financeiras dos vários países europeus, evitando efeitos de contágio a outros Estados membros do euro.

O negócio fica agora dependente da autorização de Bruxelas.