Os pilotos da companhia aérea espanhola Iberia vão reunir-se esta terça-feira para analisar o plano de reestruturação anunciado pela empresa, que prevê o corte até 47% dos salários destes trabalhadores, segundo o «El Mundo».

A ideia é igualar os vencimentos destes profissionais aos praticados na Vueling.

Este plano de reestruturação afetará um total de 4.500 trabalhadores, sendo 3.030 dos serviços de terra, 932 tripulantes de cabina e 537 pilotos.

Na reunião de hoje também estarão em cima da mesa outros temas, como a OPA da IAG lançada sobre a Vueling.
Redação