Lisboa é 42ª localização de comércio mais cara do mundo, sendo o Chiado a zona mais cara da capital portuguesa e a Rua de Santa Catarina a mais cara do Porto. A conclusão é retirada do estudo «Main Streets Across the World 2010», que analisa as rendas das várias localizações comerciais em 59 países. No topo da lista, está a cidade de Nova Iorque, logo seguida de Hong Kong e de Tóquio.

De acordo com o estudo publicado anualmente pela consultora imobiliária Cushman & Wakefield, e que foi divulgado esta terça-feira, «Lisboa desceu duas posições relativamente a 2009, sendo actualmente a 42ª localização de comércio mais cara do mundo».

Veja fotos aqui



O estudo monitoriza as rendas de várias localizações de comércio em 59 países e o «ranking» apresentado baseia-se no valor de renda anual mais elevado em cada país analisado. Sendo que o valor não inclui os custos de condomínio, impostos locais e outras despesas de ocupação.

Sendo assim, o Chiado, em Lisboa, é a zona mais cara de Portugal, pelo menos no que ao valor das rendas diz respeito. Quem mora no Chiado paga 960 euros por metro quadrado por ano, ou seja, 80 euros por mês para ocupar um metro quadrado naquela zona.

Na Avenida da Liberdade, também em Lisboa, o valor anual fica-se pelos 870 euros por metro quadrado. O número é superior ao 540 euros que se paga, também por ano e por metro quadrado, na Rua de Santa Catarina, no Porto.

Nova Iorque no topo do «ranking»

O relatório coloca a 5ª Avenida em Nova Iorque como a zona comercial do mundo onde a renda é mais cara, com 16.257 euros de renda anual por metro quadrado. Isto quer dizer que quem mora nesta famosa avenida da cidade norte-americana tem de pagar 1.354,75 euros por um metro quadrado por mês.

No segundo lugar da lista está a Causeway Bay, em Hong Kong, com um valor situado nos 14.620 euros de renda anual por metro quadrado.

Segue-se Ginza, em Tóquio, onde a renda por metro quadrado se fica pelos 7.711 euros por ano.

A Europa só aparece na quarta posição, com a New Bond Street, em Londres, onde a renda anual é de 7.345 euros por metro quadrado.

O valor na rua londrina é superior aos dos Campos Elísios, em Paris, que desceram do terceiro para o quinto lugar. Quem quiser morar na famosa avenida parisiense tem agora de pagar anualmente 6.965 euros por metro quadrado, o que representa uma queda de 9,5% em relação ao valor de 2009.
Redação / AR