O lucro da unidade polaca do BCP, Bank Millennium, aumentou 60 por cento nos primeiros nove meses do ano face a igual período de 2010, para 341,4 milhões de zlotys (85,1 milhões de euros), anunciou a instituição financeira em comunicado, esta sexta-feira.

Em comunicado enviado à CMVM, o banco esclarece que este «significativo crescimento» do resultado líquido foi conseguido graças ao forte crescimento dos proveitos base (mais 15 por cento em base anual) e ao menor provisionamento dos riscos de crédito (menos 29 por cento em base anual), em resultado da melhoria da qualidade da carteira de crédito.

«A percentagem de crédito com imparidade no total da carteira de crédito consolidada ficou abaixo de 5 por cento, o que não acontecia desde Junho de 2009», destaca o BCP.

Verificou-se igualmente uma melhoria da eficiência do banco, com o rácio de eficiência abaixo de 60 por cento, acrescenta.

A margem financeira (pro-forma) cresceu em linha com os trimestres anteriores e atingiu 890,4 milhões de zlotys (221,9 milhões de euros) nos primeiros nove meses de 2011, correspondendo a um crescimento de 21 por cento em relação ao período homólogo do ano anterior.

A margem financeira também registou um crescimento visível de 5,3 por cento, em base trimestral, apesar da pressão crescente sobre a margem dos depósitos, verificada desde Agosto.

«Trata-se do nível mais alto em base trimestral na história do banco», sublinha o BCP.

Os proveitos operacionais, por sua vez, no mesmo período, atingiram os 1.400,7 milhões de zlotys (349,1 milhões de euros), mais 12,6 por cento face ao período homólogo do ano anterior, em resultado do crescimento de 14,7 por cento nos proveitos base (margem financeira e comissões líquidas).