A sede da REN, a Rede Energéticas Nacionais, foi alvo de buscas da Polícia Judiciária na quinta-feira, confirmou à Agência Financeira fonte da empresa. «Estamos, como sempre, a colaborar com as autoridades e a prestar toda a assistência necessária».

A polícia esteve em Sacavém, nas instalações da REN, no âmbito de um processo de suspeitas de fraude fiscal, que envolve a venda de licenças de dióxido de carbono.

De acordo com o «Correio da Manhã», a REN não estará diretamente envolvida no processo, mas sim várias fornecedoras da empresa.

Dois contratos mereceram especial atenção por parte da PJ.
Redação